Akira: criador no Hall da Fama

publicado em  

O artista de mangá e cineasta Katsuhiro Otomo, reconhecido internacionalmente pela série "Akira", acaba de ser introduzido no Eisner Hall da Fama. O anúncio foi feito durante a Comic-con, realizada em San Diego no mês passado.

O prestigiado prêmio Eisner é dado para os melhores profissionais de quadrinhos. Otomo se tornou o quarto artista japonês, e o primeiro em oito anos, a ser premiado. Ele iria fazer uma aparição na Comic-Con, porém, ele teve que cancelar a participação.

O Hall da Fama foi introduzido em 1987. Entre os homenageados do passado estão Stan Lee, Moebius e Winsor McCay. Os outros três japoneses homenageados são: Osamu Tezuka (2002), Kazuo Koike (2004) e Goseki Kojima (2004). É muito raro que artistas não americanos sejam premiados.

Nos últimos anos, os juízes do prêmio Eisner selecionam duas pessoas para que sejam automaticamente incluídas no Hall da Fama, e depois profissionais da indústria de quadrinhos dos EUA selecionam mais quatro através de um processo de votação. Otomo foi o primeiro artista japonês a ser escolhido através de votação.

Neste ano, "Onward Towards Our Noble Deaths", um mangá autobiográfico de Shigeru Mizuki, ganhou o prêmio de Melhor Edição Americana de Material Internacional - Categoria Ásia.
Comentários