O fim de uma era

publicado em  

Hoje presenciamos "o fim de uma era" da televisão brasileira. Por volta do meio dia tivemos o último adeus de uma companhia diária de crianças de várias épocas e idades.

Num passado um pouco distante, mais precisamente no dia 25 de abril de 1965, nascia no Rio de Janeiro a Rede Globo. A emissora teve sua estreia firmada com o programa infantil Uni-Duni-Tê, que era exibido de segunda a sexta sempre às 11 da manhã. No mesmo dia, a emissora colocou no ar mais um programa infantil, das 17 às 19 horas foi exibido o Capitão Furacão, o primeiro infantil da TV brasileira a ter uma grande audiência. O sucesso dos infantis era tanto, que a maior emissora da época, TV Tupi, se viu obrigada a fazer uma cópia do "Furacão" da Globo, criando assim o Capitão Aza.

Durante 47 anos as crianças sabiam que tinham uma faixa dedicada para elas na TV Globo.

1965 até 1971: Uni-Duni-Tê
Exibido de segunda a sexta sempre às 11 da manhã. Simulava uma sala de aula, com uma professora e seus alunos.

1965 até 1970: Capitão Furacão
O apresentador era um capitão de um barco, eram exibidos desenhos animados. Ia ao ar de segunda a sexta por volta das 17 horas.

1969 até 1970: Mister Show
Programa de auditório para o público infantil. Apresentado sempre as quintas por volta das 20 horas, contava com um apresentador e um ratinho de pano chamado Topo Gigio.

1972 até 1977: Vila Sésamo
Com duas exibições diárias, às 10h45 e 16h.

1972 até 1982: Globinho
Era um telejornal para crianças exibido nos finais da manhã. Diferente da "TV Globinho" que conhecemos hoje, o "Globinho" não se focava em desenhos animados.

1977 até 1986: Sítio do Pica-Pau Amarelo
Primeira versão da Globo, a série infantil mais bem sucedidas do Brasil. Era exibida nos finais de tarde de segunda a sexta-feira.


A partir de 1983, a Rede Globo padronizou uma faixa de horário para as crianças assistirem TV. A partir de então, as manhãs do canal contaram com grandes produções muito bem sucedidas.

1983 até 1986: Balão Mágico
Clássico da década de 80. Mesclava histórias vividas por um grupo de crianças e o boneco Fofão, com desenhos animados.

1986 até 1993: Xou da Xuxa
Programa que consolidou as manhãs como: horário para as crianças. Graças ao sucesso, o SBT mudou a maioria dos seus programas infantis para a faixa da manhã.

1993 até 1997: TV Colosso
Ambientado numa emissora de TV comandada por cachorros, juntava esquetes de humor com desenhos animados.

1996 até 2000: Angel Mix
Inicialmente com meia hora de duração, o programa era exibido após a TV Colosso, na faixa das 11 horas, junto com a novelinha infantil "Caça Talentos". A partir de 1997, começou a ser exibido durante toda a manhã.

2000 até hoje: TV Globinho
Inicialmente o programa substituiu as férias do Angel Mix. Depois se tornou parte do último grande projeto infantil da TV Globo: Bambuluá (2000 até 2001). Em 2002 se tornou um programa independente.


A programação infantil da Rede Globo começou a desmoronar no começo dos anos 2000. Começando com o fracasso do Bambuluá. O programa tinha uma ideia interessante, porém, vários problemas, envolvendo a apresentadora Angélica e a direção do programa, fizeram dele um fracasso. Tentaram resgatar a Xuxa, com o seu Mundo da Imaginação e a TV Xuxa, tentaram trazer de volta o clássico Sítio do Pica-Pau Amarelo, tentaram apenas exibir desenhos animados... Mas pra onde teria ido o público infantil?

Com o fracasso da TV Xuxa (2005 até 2007), a TV Globo literalmente abandonou sua programação infantil. De 2008 até hoje, a emissora simplesmente jogava desenhos animados nos finais da manhã, dentro da sua TV Globinho. Muitas vezes não respeitando o telespectador, tirando vários desenhos do ar sem exibir todos os episódios, e fazendo trocas praticamente semanais nas atrações exibidas.

A verdade é que a Globo não quis mais apostar nesse público, não queria investir num programa de qualidade, e queria audiência fácil com exibição de desenhos animados comprados do exterior. Na época do Balão Mágico, Xuxa, Angélica... Podíamos ver que eles realmente se importavam com este público, e investiam nele. Diferente do que vimos nesses últimos anos da TV Globinho: uma verdadeira decadência.

Lógico que sobram as manhãs de sábado e o novo canal pago "Gloob", porém nem todas as crianças tem acesso a TV por assinatura, e o público infantil também quer ligar a TV todos os dias e encontrar uma programação para eles.


Manhãs não mais das crianças

A manhã não é mais o "horário de crianças assistirem TV", e isso já faz um bom tempo. O público mudou, até porque hoje, neste horário, elas estão na escola ou em algum curso ou atividade. Mas se o público mudou, a emissora também deveria mudar e tentar encontrar alguma forma de não perder este público que também quer assistir televisão diariamente.

No Japão, por exemplo, os programas infantis são diários e ocupam horários em que as crianças não estão na escola. Por volta das 7 da manhã, antes delas irem pra escola, e depois que elas chegam da aula às 17 horas. E são muito bem sucedidos, tanto que conseguem chegar a nós.


O futuro dos programas infantis na TV aberta

Com o anúncio do fim dos infantis de segunda à sexta na Rede Globo, as demais emissoras começaram a se mover:

O SBT, que dedica toda a manhã para desenhos animados, comprou recentemente os direitos do palhaço Bozo, sucesso no canal na década de 80.

A Band, que já exibe um bloco de desenhos animados na faixa da manhã, provavelmente irá ampliá-lo. Lembrando que a emissora possui várias temporadas de Power Rangers, e os animes Dragon Ball Kai, Dragon Ball GT e Cavaleiros do Zodíaco.

A Rede TV! divulgou que irá dedicar a faixa das 10 e meia da manhã para desenhos animados. A partir desta segunda (25/06) volta o programa TV Kids, ainda não se sabe quais desenhos serão exibidos, mas cogita-se a exibição de Johnny Test.

Porém, nenhum desses programas consegue fazer o mesmo que a Rede Globo fez por anos. Ela conseguiu, por muitos anos, unir em seus infantis: criatividade, inovação e cultura de um jeito que conseguisse se tornar popular. Lógico que temos a TV Cultura, com seu excelente Quintal da Cultura, mas como não se trata de uma emissora comercial, ele nem sequer consegue chamar atenção.


TV Globinho irá deixar saudades?

Creio que sim. Durante muito tempo os desenhos animados exibidos no programa se tornaram muito populares. No começo dos anos 2000, tivemos a explosão dos animes na TV, e a Globo fez questão de ter muitos japoneses em sua programação, começando com o sucesso de Digimon. Na sequência vieram Sakura Card Captors, Dragon Ball Z, Medabots, Monster Rancher... E muitos outros. Um dos mais lembrados do programa com certeza será "Três Espiãs Demais", que foi exibido incansavelmente por anos. Ainda passaram pelo programa: os desenhos clássicos da Disney, o bom e velho Pica-Pau, e tantos outros, que fica inviável listar.

A TV Globinho continua nos sábados, porém sua marca na vida diária das crianças deixará saudades. Talvez não a TV Globinho desses últimos anos, mas a TV Globinho que era, mesmo ruim, uma das poucas opções para as crianças na TV aberta brasileira.
Comentários
Dynasmon  

o final dos anos 90 e o inicio dos anos 2000 foram o melhor periodo para um crinça viver, tudo isso se deve aos animes, q marcaram a todos.
Mas ja estava na hora da tv globinho sair, kong fu panda, pinguis de madagascar, phineas e ferb, e principamente series da disney(meu jonasbrothes é brincadeira) estava mas q em decadencia, ganhei odio pela tv globinho pelo q fez com data squad, qunado todo mundo ansiava pela volta de animes na tv globinho ela fez aquela cagada. Mas foi melhor assim a saida dela vai abrir espaço pra outras emissoras. Rede tv e band agora tem q colocar seus animes no ar. e o sbt poderia exibir os episodio de mutante rex, q chegou ao fim!
Espero q ela algum dia ela voute q traga junto a giovana tominaga e a ana carolina dias q tah muito boa kkkkkkkkk

Tairu  

eu conheço 2 sites q passa TV paga de grassa, se alquem tiver interese em acesar, são eles:

www.tamoligado.net
www.tvouropreto.info

se um não funcionar o outro funciona.

Anônimo  

nao achei justo tirarem a tv globinho justo agora que as crianças estao de ferias!!

glayson sentai otaku  

eu sou um grande admirador e fá da tv globinho mais ela ja estava entrando e dacadencia depois que tirou os anime da programação tomara que volte totalmente remodelada e que venha como no passado de 8 da manha ao meio dia

Anônimo  

o grande problema dos programas infantis e que nao dao retorno financeiro a emissora nao e a audiencia e sim o faturamento,os naimmes e tokusassu vige changeman e jaspion so nao estao por causa da classificacao indicativa ,eu lembro que nas decadas de 80 e 90 os tokusastsu e animes eram a grande coqueluche das criancas e tambem tinham a publicidade em cima ,brinquedos camisasa chicle ect.hoje nao se pode veincular na tv ,e hoje ta a bosta que ta ,isso so ira mudar se classificacao indicativa nao ser energica e voltar a publicidade a brinquedos e afins se nao so vai piorar a situacao

Ippo  

Eu penso o contrário, infantis faturam sim, veja o exemplo de Carrossel. Bom, a história dos infantis mostrou que não adianta simplesmente passar desenhos e séries compradas, tem que se produzir algo. Falta coragem para investir num público que é fiel, e que consome muito, que são as crianças. E se infantis não faturassem, a Globo não teria criado o canal Gloob.

Fabio  

Pessoal, deem uma olhada! É tudo uma questão comercial, se não se pode anunciar nos programas infantis eles deixam de ser "rentaveis", principalmente pra rede globo, que não ia querer perder dinheiro com isso né.. Leiam essa matéria e joguem no google sobre a lei contra publicidade em programas infantis: http://www.abert.org.br/site/index.php?/noticias/todas-noticias/proibicao-da-publicidade-sera-o-fim-dos-programas-infantis-alerta-antonik.html

marco aurélio conçane  

a verdadeira explosão de animes não aconteçeu no ano 2000, mas sim nos anos 90 com saint seiya na rede manchete. o ano 2000 foi o começo da decadençia para os animes na tv. a partir dos anos 200 só passou anime fraco,o dragon ball teve o azar de passar na globo, inuyasha não passou completo, só essas bostas de pokemon e digimon, voces chamam esses pokemerdas e digibostas de animes? animes são saint seiya (não o omega)yu yu hakusho, sailor moon, fly,rayearth,street fighter,helsing,death note, não essas coisinhas trash.eu sou da geração manchete e fui acostumado com bons animes e não com qualquer porcaria.