Mangás que só mães podem ler

publicado em  

Ayako Ueki, uma japonesa de 37 anos de idade, teve uma ideia diferente, e por que não inovadora, enquanto estava em licença maternidade. Ela decidiu criar uma sala de leitura de mangás, que atende exclusivamente mulheres grávidas e com filhos pequenos. A sala está localizada no distrito de Nerima, em Tóquio, e é projetada para ser um local relaxante, onde as mães não precisam sair porque seus filhos começaram a chorar, ao contrário de muitos outros locais públicos.

A sala tem 43 metros quadrados e cerca de 400 volumes de mangás, incluindo séries como Kimi ni Todoke e Tokimeki Tonight. Os mangás são guardados em estantes baixas, e por razões de segurança, apenas os bebês que ainda não estão engatinhando são permitidos.

A entrada de nenhum homem é permitida.
Comentários