Empresas pretendem boicotar Tokyo Anime Fair

publicado em  

O diretor executivo da Kodokawa Shoten (editora japonesa famosa por publicar mangás como Cowboy Bebop, Slayers, Tenchi Muyo, dentre outros), usou o twitter para expressar seu descontentamento com o governo de Tóquio, sobre o recente projeto de lei que pretende regularmentar o conteúdo sexual em animes e mangás, dando assim poder ao governo de proibir a venda desse tipo de material, caso a editora não se auto-regule.

A revolta da editora começou com um comentário de Shintaro Ishihara, governador de Tóquio, que menosprezava os autores de mangá. Como resultado, a Kodokawa Shoten não participará do próximo Tokyo Anime Fair, que é a maior feira da indústria de anime no Japão.
Comentários