Criador de Bleach apóia boicote à "TAF"

publicado em  

Ontem publicamos que a editora japonesa Kodokawa Shoten estaria entrando no time de empresas que iriam boicotar o Tokyo Anime Fair (maior evento sobre animação do Japão). E ela não foi a primeira a falar publiamente sobre isso, pois pelo menos mais 9 empresas também resolveram boicotar o evento como protesto: Shueisha, Shogakukan, Kodansha, Akita Shoten, Hakusensha, Shonen Gahousha, Shinosha, Futabasha e LEED Publishing.

Entenda o caso: o governo de Tokyo, apoiado pelo goverandor Shintaro Ishihara, estaria desenvolvendo um projeto de lei que seria uma espécie de censura a mangás e animes que tivessem conteúdo sexual, assim como os pseudo-sexuais.

O caso continua dando muito o que falar. E recentemente o Governo Metropolitano de Tóquio divulgou que pretende fazer um manual para descrever especificamente o conteúdo que deve ser restrito, bem como um panfleto para o público em geral.

O criador do mangá Bleach expressou em seu twitter seu apoio aos editores, pela decisão do boicote.
Comentários