Cosplay

publicado em  

Olá turma!
Como vão vocês? Prontos para mais um dia de aula? Sei que para muitos agora estão entrando de férias, mas é nessa época em que acontecem muitos eventos, onde a galera se reuni com seus amigos para se divertir, e que claro, não se pode faltar num evento desses são os conhecidos Cosplayers, que para quem não conhecem são Fãs caracterizados, vestidos, como seus personagens favoritos, eles não apenas se vestem como eles, mas também agem como eles, com a personalidade e tudo. E na aula de hoje iremos falar um pouco mais sobre isso. Então preparem lapis, caderno, caneta e borracha e vamos a aula ^^
Cosplay
Cosplay (em japonês: コスプレ, Kosupure?) é abreviação de costume play ou ainda costume roleplay (ambos do inglês) que podem traduzir-se por "jogo de disfarces" ou "jogo de fantasias", ou ainda "jogo de trajes", e tem sido utilizado no original, como neologismo, conquanto ainda não convalidado no léxico português, embora já conste doutras bases, para referir-se a atividade lúdica praticada principalmente (porém não exclusivamente) por jovens e que consiste em disfarçar-se ou fantasiar-se de algum personagem real ou ficcional, concreto ou abstrato, como, por exemplo, animes, mangás, comics, videogames ou ainda de grupos musicais — acompanhado da tentativa de interpretá-los na medida do possível. Os participantes (ou jogadores) dessa atividade chamam-se, por isso, cosplayers.

História
O fenômeno do cosplay surgiu na década de 1970 nos Comic Markets do Japão, que se celebram em Odaiba (Tóquio), lugares de compra e venda de Dōjinshi. Esse evento prosseguiu desde então e se realiza regularmente. Lá, grupos de japoneses vestiam-se de seus personagens favoritos de mangás, animes, comics e videgames. Assim pois, tal prática sempre tem sido muito relacionada com aqueles produtos. Contudo, com o passar do tempo, foi-se estendendo a outros domínios, em conceitos e culturas, ganhando foro internacional. Por ter sido mais expressivo e presente na cultura dos Estados Unidos, o fenômeno e, assim, o termo, difundiram-se como se originários fossem de lá.

Caracterização
Cosplay originariamente ligava-se a personagens de quadrinhos. Com o passar do tempo, contudo, foi-se tornando uma tradição e um hábito que se espalhou por todos os tipos de convenções, a envolver séries ou personagens, principalmente as de Jornada nas estrelas (Star Trek) e Guerra nas estrelas (Star Wars), no qual as pessoas fantasiadas tornaram-se atração principal, em concursos de fantasia e interpretações de cenas dos filmes ou episódios, o que permitia revelar talentos de nivel profissional. Rapidamente se espalhou pelo mundo todo, chegando na Comiket, famosa convenção realizada há anos no Japão, onde o termo se popularizou e se espalhou especialmente em eventos e encontros de anime, mangá e videojogos, respectivamente as animações e quadrinhos japoneses.

A palavra cosplay, como já foi dito, é uma espécie de abreviação para "costume play" (costume = roupa / traje / fantasia e play = atuar). Ou seja, o cosplayer se caracteriza como um personagem de algum livro, mangá, jogo ou filme que queira homenagear; representa a personalidade deste; e em alguns eventos pode até mesmo competir com outros cosplayers em concursos, embora o grande barato e diversão sejam a exposição e o contato social gerado dentro do ambiente. Um dos principais objetivos desse passatempo é fazer amigos.

Bom pessoal terminamos a aula de hoje por aqui, segunda-feira daremos a continuação da difusão do Cosplay pelo mundo. Portanto não faltem ^^
Sayonara!! ^^
Comentários
Henrique  

Otima Aula Shinigami-sensei !!!!
Gostaria de saber que "Avatar a lenda de Aang" q foi criado nos EUA
pode ser considerado um animê.

Henrique  

Continuando...
pois os traços, enredo e personagens são tipicos de Animês.

Anônimo  

gostei da aula.
muito explicativa,sensei.