Especial: Doraemon - parte 5

publicado em  

Conheci Doraemon ainda muito pequeno, quando foi exibido no Brasil. E não me lembro de quase nada da exibição nacional, até porque tinha lá meus 3 anos de idade! Recordo que assistia assim que chegava da escolinha, portanto acho que era exibido no final da tarde, lá pras 5 horas... Apesar de não lembrar muito bem desta época, eu sei que gostava de assisti-lo. Até alguns anos atrás, eu achava que o anime havia sido exibido pela TV Cultura, porém pesquisando na internet descobri que na verdade a exibição foi feita pela TV Manchete. A série foi pouca exibida no Brasil, e acredito que nem 20 episódios dela foram ao ar. E depois de muito tempo sem ver Doraemon, no começo desta década eu comecei a ter costume de ir numa loja que vendia animes em VHS aqui na minha cidade. Lembro que fui comprar Samurai Deeper Kyo, que tinha acabado de ser lançado... E não é que no finalzinho da fita dou de cara com Doraemon! Os episódios estavam 100% em japonês, eu não entendia nada do que eles estavam falando.. Mas foi assim que vi vários episódios deste anime incrível! Depois disso comprei mais episódios e fiquei viciado nessa série (xD).
Doraemon apareceu no Brasil em 1992, exibido dentro do programa Clube da Criança da TV Manchete. O programa era exibido nas tardes do canal, e era comandado pela Angélica. Assim como Digimon, Doraemon também teve sua abertura cantada pela loira, porém a música era cantada no palco do programa, com um boneco cumpridão do Doraemon no palco (o_o). Enquanto a loira cantava a música tema, a criatura bizarra azul com cabeção dançava e dava tchauzinhos para a platéia! Sem obter o sucesso esperado pela emissora, logo foi tirado do ar.
A série voltou um ano mais tarde, no mesmo programa, porém agora comandado pela atriz Milla Cristy. Nesta exibição não houve nenhuma música de abertura. Após isso a série sumiu pra nunca mais voltar! Há alguns anos a série estava sendo oferecida a canais brasileiros, porém nenhum demonstrou interesse. Um dos principais motivos da recusa é que o canal que o adquirir tem que levar junto um pacote com cerca de 400 episódios... Dessa maneira é bem difícil uma emissora quere arriscar tanta grana assim. Digo arriscar grana porque não deve ser nada barato já que se trata do anime mais popular do Japão.
Apesar disso, a série é exibida com êxito em países como Chile e Argentina.
Comentários
Anônimo  

Eu adorava este desenho, tbm assistia na Manchete pelo programa da Angélica.