Especial: Crayon Shin-chan - parte 5

publicado em  

Assim que a série estreou na Fox Kids, em 2003, a Panini levou as bancas o mangá que deu origem a animação. Provavelmente com o intuito de atingir o público infantil, pensando que assim que as crianças vissem o anime na tv, correriam às bancas para comprar. Assim como anime, o mangá mescla bem esse traço meio infantil, com um humor mais adulto, algo meio nonsense. Infelizmente a editora não obteve tanto êxito com sua publicação, o cancelando pouco tempo depois.
Na versão nacional do mangá, houve também um bom trabalho na edição da linguagem e diálogos. Eles adaptaram muita coisa para o português, até porque existem muitas referências ao cotidiano japonês que não iríamos entender, e assim ficar sem entender a piada (o que é péssimo ¬¬). O principal motivo para o cancelamento da publicação foram às vendas que nem de perto atingiram o esperado pela editora.
O pior de tudo neste caso do mangá foi a Panini não ter dado nenhuma satisfação aos leitores, simplesmente parou de publicar e nem sequer comunicou... Como vocês vêem, não é de hoje a falta de respeito das empresas com as pessoas que acompanham algum trabalho que elas publicam ou exibem.

Comentários